Desenvolvimento de pessoal

Trabalhando a satisfação do funcionário para aumentar a produtividade

13/12/2016
Trabalhando a satisfação do funcionário para aumentar a produtividade

Sabendo que a satisfação do funcionário exerce grande influência em seu grau de produtividade, muitos gestores vêm procurando formas de trabalhar melhorias nesse aspecto. Essa tendência é algo crescente na área de gestão de pessoas e promete mudar a perspectiva das empresas para com seus colaboradores.

Para te ajudar a entender melhor a relação entre a produtividade e a satisfação dos funcionários, e como você pode otimizá-la, continue a leitura do artigo de hoje. Confira!

Entenda a relação satisfação x produtividade

Existe um ditado no meio empresarial que diz que funcionário feliz trabalha melhor. Isso é, essencialmente, verdade. Quando o colaborador está contente com trabalho que faz, com a qualidade da gestão, com o clima organizacional, e com seu salário e benefícios, ele se sente mais motivado a trabalhar em prol dos objetivos da empresa.

Isso não acontece somente por questão de querer manter o emprego, mas está relacionado também a sentimentos de gratidão e lealdade. Isso porque quando a gestão trata o funcionário de forma humanizada, isso gera motivação para fazer o melhor trabalho possível em troca, configurando uma relação ganha-ganha.

Observe as causas da insatisfação

São muitas as razões que podem levar sua equipe à insatisfação no trabalho. Desde uma delegação de tarefas mal planejada, sobrecarga de trabalho, clima organizacional de baixa qualidade, falta de benefícios, ausência de reconhecimento profissional até problemas pessoais, tudo pode influenciar negativamente na satisfação do funcionário.

Sendo assim, é importante identificar, primeiro, qual a natureza do problema, e a partir de então, planejar quando e de que forma agir.

Monitore a satisfação do funcionário

Depois de tomar medidas para o aumento do nível de satisfação da sua equipe, é importante assegurar sua manutenção, e a melhor maneira de fazer isso é monitorando a satisfação dos funcionários.

Pesquisa interna

Realizar pesquisas internas esporadicamente auxilia no monitoramento do nível de satisfação da equipe. Elabore questionários e inclua itens relacionados às tarefas realizadas, à infraestrutura, ao transporte, aos gestores e aos próprios colegas de trabalho para que a equipe avalie.

A partir dessas informações, fica mais fácil entender onde é possível fazer melhorias constantes.

Avaliações de lideranças

Avaliar os líderes da organização é algo tão importante quanto qualquer outra medida de monitoração de satisfação. Observe se a liderança é capaz de definir objetivos claros, se dá o auxílio necessário à equipe para a execução das tarefas, e se trata a todos com o respeito e reconhecimento devido.

O modo como os líderes agem influencia diretamente na satisfação dos funcionários.

Reuniões de setores

Outro modo eficaz de realizar o monitoramento é promover reuniões com o líder de cada setor para medir o grau de satisfação da empresa como um todo. Diálogos com a finalidade de saber sobre a qualidade de vida dos funcionários e como anda a rotina das equipes em um interpessoal ajuda cada setor a se manter alinhado aos níveis de satisfação desejados.

Caixa de sugestões

Ouvir os colaboradores é parte importante do monitoramento de satisfação, por isso, além de manter sua porta aberta para ouvir o que eles têm a dizer, implemente um sistema simples de caixa de sugestões.

Coloque-a em um ponto estratégico, incentive sua utilização e, mais importante, considere todas as sugestões e reclamações realizadas. Mostrar que você ouve seus funcionários é um elemento fundamental para construir o engajamento da equipe.

E então, viu como é possível trabalhar a satisfação do funcionário em prol da produtividade? Aproveite e leia também sobre motivação nas organizações: 5 dicas para engajar seus colaboradores!

Gostou do post? Que tal aprender como os benefícios podem auxiliar na motivação dos colaboradores? Confira aqui, o nosso e-book gratuito “Guia dos Benefícios”.

Você também pode gostar

  • Camila Rodrigues 29/12/2016 at 22:35

    Nossa, gostei mesmo do seu artigo, vou procurar mais dicar por aqui. Obrigada.

  • Share This
    Navegação