teste de atenção concentrada teste de atenção concentrada

Teste de Atenção Concentrada: como aplicá-lo no recrutamento?

7 minutos para ler

Você já ouviu falar sobre o teste de Atenção Concentrada? A ferramenta é um exemplo de teste psicológico aplicado ao processo de recrutamento e seleção e pode ser uma aliada valiosa para apoiar o setor de RH na busca pelo candidato ideal.

Diante dos desafios de analisar perfis comportamentais, habilidades e competências específicas para cada vaga, além do fit com a cultura organizacional, os testes desempenham um papel importante para identificar características subjetivas e traços de personalidade desejáveis para uma função de trabalho.

Para ajudar você a ir além dos currículos e entrevistas, abordamos um dos principais métodos aplicados nos processos de recrutamento e seleção: o teste de Atenção Concentrada (AC). Esclareça suas dúvidas sobre o teste, confira os prós e os contras e saiba como aplicá-lo com sucesso!

O que é o Teste de Atenção Concentrada?

Como o próprio nome sugere, o Teste de Atenção Concentrada (AC) é um teste psicológico para avaliar o quanto uma pessoa é capaz de se manter concentrada e atenta em variadas situações, principalmente sob pressão, durante um certo período de tempo.

No contexto do processo de recrutamento e seleção, seu objetivo é analisar as habilidades cognitivas do candidato. Vale lembrar que a pessoa analisada deve estar nas condições físicas e mentais adequadas, a fim de garantir a segurança nos resultados.

Como ele funciona na prática?

O Teste de Atenção Concentrada deve ser aplicado por profissional capacitado, em aplicação coletiva ou individual. O candidato recebe uma folha com formas geométricas (geralmente triângulos) de tamanhos distintos, com diferenças bem sutis.

Tomando como base uma determinada sequência-padrão de triângulos, o candidato deve assinalar todas as vezes que essa sequência específica aparecer na folha (que é preenchida por completo com diferentes triângulos). O tempo para execução da tarefa é cronometrado, induzindo uma situação de pressão.

Posteriormente, o resultado é avaliado a partir do número total de acertos do candidato — no momento da correção, essa soma pode refletir ou não as exigências impostas pela empresa àquele determinado cargo. Funções mais analíticas, como as que envolvem análise de dados e estatísticas, podem se beneficiar especialmente desse tipo de teste.

Afinal, vale a pena aplicá-lo no recrutamento?

Assim como qualquer outra ferramenta que se propõe a analisar competências subjetivas do ser humano, o Teste de Atenção Concentrada conta com uma margem de falhas. Por outro lado, sua aplicação traz vantagens valiosas para fazer admissões acertadas, compatíveis com o perfil da organização.

Nesse cenário, conhecer os prós e os contras do recurso é um cuidado indispensável para aperfeiçoar o processo de atração e seleção de talentos — seja no formato de recrutamento online ou tradicional.

Pontos positivos do teste AC

Ao lado de outras avaliações psicológicas, o Teste de Atenção Concentrada é uma etapa-chave da fase de recrutamento. Podemos dizer, inclusive, que se trata de uma inovação nos processos convencionais de admissão, ultrapassando as noções básicas do currículo e da entrevista, ou seja, as capacidades técnicas.

Dessa forma, o teste AC ajuda a identificar o perfil genuíno do candidato, analisando características psicológicas que serão definitivas para uma contratação de sucesso. Essa acuidade no recrutamento se reflete em vantagens como:

  • formação de equipes sintonizadas com os objetivos do departamento e, de forma geral, da organização;
  • possibilidade de prever o comportamento dos candidatos em momentos adversos, com base no perfil identificado;
  • identificação do nível de interação da pessoa analisada com o time;
  • redução das taxas de turnover;
  • aumento da produtividade;
  • fortalecimento da cultura organizacional.

Pontos negativos do teste AC

Um ponto crítico do Teste de Atenção Concentrada é que ele não pode ser tomado como único indicador psicológico do candidato, ou seja, não deve ser aplicado de maneira isolada.

É preciso ter em mente que, como o candidato será avaliado por sua capacidade de concentração em uma situação de estresse/pressão, o resultado final pode ser afetado por variadas questões. Um possível problema de saúde no dia da avaliação, um ruído ou barulho externo no momento do teste, um eventual problema pessoal que está afetando as condições emocionais do avaliado, enfim, tudo isso deve ser considerado.

Ignorar essas eventualidades, de fato, pode fazer com que o negócio perca um grande talento. Por isso, o recomendado é aliar o teste AC a outros testes psicológicos, preferencialmente, com aplicação em dias distintos.

Como aplicar o Teste de Atenção Concentrada?

Uso de redes sociais no recrutamento, seleção tradicional, recrutamento digital, estratégias para identificar o perfil compatível: todo e qualquer processo de seleção demanda planejamento e estruturação — e não seria diferente com os testes psicológicos. Veja como aplicar o Teste de Atenção Concentrada.

Proporcione um ambiente adequado para o teste

Como mencionamos, qualquer ruído ou distração pode afetar a plena realização do teste AC — afinal, trata-se de uma avaliação de concentração. Nesse sentido, não negligencie a escolha de um bom local para a aplicação.

O ideal é eleger um ambiente ventilado, calmo e limpo, permitindo eliminar qualquer possível interferência visual, auditiva, de temperatura etc. Lembre-se: esses detalhes fazem toda a diferença para obter resultados mais eficazes.

Invista em testes complementares para melhores resultados

Para retomar o principal aspecto negativo do teste AC, um cuidado imprescindível é não contar apenas com essa avaliação na etapa de análise psicológica. Portanto, a realização de testes complementares é fundamental para diversificar as metodologias de análise e aumentar as chances de optar pelo candidato ideal, analisando-o sob diferentes pontos de vista.

Além da capacidade de foco e concentração, outras soft skills são extremamente importantes para a fase de admissão, incluindo autonomia, proatividade, flexibilidade, entre outras.

Tranquilize o candidato

Basta um pouco de empatia para entender que, no momento de realizar o teste, o candidato estará, no mínimo, um pouco apreensivo. Trata-se, afinal, de uma etapa importante para a carreira, envolvendo nervosismo e ansiedade.

Por isso, não é de surpreender que todo o contexto acabe atuando como uma grande interferência para a realização do teste de atenção, podendo comprometer seriamente os resultados.

Certifique-se de passar segurança e calma para o candidato, indicando que o teste é somente uma das etapas da seleção, que será complementada com outras análises. Garanta, ainda, que não se trata de uma prova que vai identificar “certo” e “errado”, mas de um processo para identificar alguns traços psicológicos do candidato.

E então, esclareceu suas dúvidas sobre o teste de Atenção Concentrada? Esperamos que nossas dicas ajudem você a aperfeiçoar o recrutamento no seu negócio! Agora, aproveite para saber como tirar o máximo proveito do LinkedIn Business e potencializar seus resultados!

Posts relacionados