Desenvolvimento de pessoal

Saúde do trabalhador: como PMEs podem cuidar desse aspecto?

13/03/2018

A saúde do trabalhador, muitas vezes negligenciada pelas empresas, é um item que deve fazer parte do planejamento de uma organização, evitando, assim, uma série de problemas que podem envolver desde a baixa produtividade e clima organizacional insatisfatório, até a resposta de processos jurídicos.

Esse ponto deve ser bem trabalhado por empresas de todos os tamanhos, inclusive as PMEs. Afinal, elas também precisam garantir a retenção de seus funcionários — mesmo que sejam poucos — e isso só pode ser conseguido por meio da oferta de um ambiente de trabalho saudável.

Você é dono ou gestor de uma PME e quer algumas dicas para cuidar da saúde do trabalhador em sua organização? Confira as que listamos abaixo!

Redobre a atenção com a segurança dos colaboradores

A segurança no trabalho têm suas premissas exigidas por lei e com razão, pois se trata de propiciar um ambiente de trabalho seguro, com a diminuição de riscos em locais e funções insalubres ou periculosas, por meio do uso de equipamentos de segurança, ou cargas de trabalho reduzidas, por exemplo.

Porém, não é apenas nas funções operacionais que a segurança do colaborador deve ser planejada. Claro que existem diversos níveis de riscos, e é por isso que a legislação trabalhista tem suas regras quanto a isso, porém, os cuidados são necessários em todos os locais de trabalho.

Portanto, mesmo em trabalhos administrativos, cuidados com a ergonomia, ventilação, ruídos, limpeza, iluminação, organização, pausas para descansar a vista do computador, exigência de exames admissionais e periódicos, entre outros, devem ser respeitados.

Gerencie bem as equipes de trabalho

Como a quantidade de funcionários em uma PME pode não ser muito grande, a atenção com o acúmulo de funções deve ser alta.

Para evitar problemas desse tipo, é muito importante que os líderes busquem as melhores práticas de gerenciamento de equipes, sempre prestando bastante atenção nas habilidades e funções de cada colaborador e delegando as tarefas certas a ele.

Além disso, construir equipes integradas e que se relacionem bem também é um passo importante para melhorar o clima organizacional, o que também tem um grande impacto na saúde do trabalhador.

Motive seus funcionários

Cuidar da saúde do trabalhador não quer dizer se preocupar apenas com a sua integridade física, já que o estado emocional precisa ser levado em consideração.

Quanto a isso, podemos dizer que a falta de motivação no ambiente corporativo também pode impactar a saúde do funcionário, que pode vir a desenvolver problemas psicológicos como ansiedade e depressão.

Portanto, promova ações motivacionais com seus colaboradores, reconheça-os por um trabalho bem-feito, aplique feedbacks constantes para que eles saibam em que ponto estão errando ou acertando e esteja sempre aberto a dúvidas e sugestões. Uma empresa na qual eles se sintam bem é essencial para garantir a motivação e o entusiasmo.

Ofereça benefícios além do salário

Os benefícios corporativos como vale-refeição, vale-alimentação e plano de saúde são excelentes estratégias para motivar seus colaboradores, mas eles também servem para contribuir, de fato, para a saúde deles.

Isso se deve ao fato de que quando o funcionário conta com um vale-refeição, por exemplo, ele tem uma facilidade muito maior para se alimentar saudavelmente, já que, provavelmente, ele tem uma rotina corrida e nem sempre consegue cozinhar.

O plano de saúde também atua de maneira preventiva, incentivando o funcionário a cuidar melhor da sua saúde e a realizar exames periódicos, algo que talvez ele não fizesse se tivesse que pagar pela consulta ou dependesse do sistema público de saúde.

Agora que você já tem mais ideias para cuidar da saúde do trabalhador em sua empresa, que tal entender melhor como funcionam os benefícios corporativos e como eles podem ser essenciais para a retenção de talentos em sua equipe? Baixe o nosso e-book Guia dos Benefícios e aproveite esta leitura!

Você também pode gostar

Share This
Navegação