quais os benefícios dados a um trabalhador com carteira assinada quais os benefícios dados a um trabalhador com carteira assinada

Quais são os benefícios dados a um trabalhador com carteira assinada?

9 minutos para ler

Há benefícios corporativos obrigatórios no caso de profissionais com carteira assinada, aos quais é preciso ficar atento para evitar problemas legais. Tratam-se de direitos dos trabalhadores, dados como garantia para que os contratantes cumpram com o seu dever.

Essas normas viabilizam, por exemplo, o deslocamento dos funcionários e períodos de férias para descanso. Ao mesmo tempo, existem os benefícios facultativos, que também contribuem muito para a empresa e seus colaboradores.

Alguns gestores ainda têm dúvidas de quais os benefícios obrigatórios, segundo a Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), e quais os não obrigatórios. Por isso, preparamos este artigo com as respostas e mais dicas sobre o assunto. Acompanhe até o final!

Qual é a importância dos benefícios corporativos?

Além de alguns serem obrigatórios, os benefícios corporativos têm a capacidade de melhorar o engajamento, a motivação e toda a relação entre colaborador e empresa. Assim, eles fortalecem o employee experience e até mesmo o employer brandig, já que a imagem da organização também é impactada pelo que ela oferece aos funcionários.

Esse é também um fator decisivo para um profissional se candidatar e aceitar uma proposta de emprego. Caso uma empresa não vá além dos benefícios obrigatórios, haverão mais dificuldades para a atração, a retenção de talentos e seu destaque no mercado.

Quais são os impactos dos benefícios corporativos na empresa?

Empresas que não têm uma boa gestão de benefícios e não se preocupam com esse assunto têm funcionários mais desmotivados e infelizes, pois essa falta de auxílios e vales é interpretada como desvalorização do colaborador.

Em contrapartida, os negócios que se preocupam em garantir bons benefícios, investindo em facultativos e obrigatórios, conseguem fortalecer a imagem perante o mercado e o quadro de funcionários.

Essa valorização e fortalecimento na relação entre empresa e colaborador resulta em profissionais mais satisfeitos, felizes no trabalho e engajados com os resultados — e não somente que buscam acatar ordens.

Em linhas gerais, a felicidade no trabalho e a satisfação são dois dos principais pilares para ter um bom clima organizacional e conseguir uma boa gestão de talentos.

Quais são os benefícios dados a um trabalhador com carteira assinada?

A CLT define os benefícios obrigatórios a todos os profissionais com carteira assinada. Antes de comentá-los, porém, vale lembrar que existem regras específicas, que trazem outras obrigações dependendo da classe profissional, das circunstâncias de trabalho ou da atividade exercida.

Esse não será o nosso foco aqui, mas fique sempre atento à especificidades da Consolidação das Leis Trabalhistas e a questões como Acordos e Convenções Coletivas. Agora que isso está claro, vamos à lista dos benefícios obrigatórios de modo geral. Confira!

Fundo de Garantia por Tempo de Serviço

O FGTS é um benefício obrigatório para o trabalhador de carteira assinada. Ele deve ser depositado todos os meses, na porcentagem de 8% do salário do colaborador. Esse valor não pode ter descontos de IR, contribuição sindical ou qualquer outro tipo.

Essa é uma espécie de poupança que somente pode ser sacada nos seguintes casos:

  • término do contrato com tempo determinado e sem justa causa;
  • campanhas e ações do governo;
  • acometimentos de doenças graves, como câncer e AIDS.

Férias

Saber quais são os benefícios dados a um trabalhador com carteira assinada evita multas e, até mesmo, ações judiciais. Seguindo com os obrigatórios, temos as férias remuneradas. A cada 12 meses trabalhados, o colaborador tem direito a 30 dias. Porém, os prazos e a segmentação podem ser negociadas, desde que não seja inferior a 14 dias.

Transporte

vale-transporte é um é dos benefícios e direitos obrigatórios do colaborador. Ele é voltado aos profissionais que precisam utilizar o transporte público para se deslocar até a empresa; e da empresa à sua residência. Para isso, a companhia pode descontar até 6% no salário do colaborador.

Aviso prévio

O aviso prévio deve ser informado com 30 dias antes da data de saída. Esse é um direito essencial para o funcionário organizar o seu currículo e buscar novas oportunidades de emprego. Por isso, também é garantido que o profissional saia duas horas antes do seu expediente e de finalizar o aviso prévio até sete dias antes, sem qualquer prejuízo no acerto.

13º salário

O 13º deve ser proporcional ao número de meses trabalhados dentro dos 12 meses. Ele pode ser pago de duas vezes, sendo a primeira até o dia 30 de novembro e a segunda até 20 de dezembro.

Quais as vantagens de oferecer benefícios corporativos?

É possível destacar várias vantagens de oferecer benefícios corporativos para além dos obrigatórios. Já comentamos sua importância e seus impactos em uma empresa, mas vamos explicar melhor como isso ocorre a partir de alguns exemplos. Confira!

Aumento da motivação

Apesar de ser importante, não basta oferecer um bom salário e cumprir as obrigações para ter funcionários satisfeitos e enegajados. As pessoas precisam de um bom clima organizacional e querem se sentir valorizadas pela empresa.

Os benefícios facultativos têm forte implicação nesses pontos. Eles mostram que a companhia investe em seus funcionários, trazem vantagens para o dia a dia dos indivíduos e, às vezes, modificam inclusive o ambiente de trabalho.

Melhora da produtividade

Profissionais felizes e satisfeitos com as políticas da empresa são profissionais produtivos. Ou seja, funcionários que estão bem em seus cargos trazem mais soluções e resultados para sua companhia.

Redução de custos

A soma entre produtividade e satisfação é a redução de custos e o impacto em índices importantes do negócio. Os benefícios corporativos podem ser responsáveis por quedas nos indicadores de turnover e de absenteísmo, além de reduzir custos com falhas, erros, gargalos e desperdícios.

Como criar um programa de benefícios corporativos?

Agora que você já sabe o quanto os benefícios são importantes, vamos falar de como montar um pacote que vá além das suas obrigações legais. Confira a seguir algumas dicas essenciais para fazer escolhas certas!

Considere o perfil dos funcionários

Existe uma infinidade de opções quando o assunto é benefício, contemplando as mais diversas demandas e interesses. Assim, para tomar as decisões é preciso compreender o que combina com seus funcionários, para que eles realmente gostem do pacote oferecido. Procure entender seu estilo de vida, pontos em que mais precisam de auxílio e os seus desejos, por exemplo. 

Defina os objetivos

Quais objetivos a empresa quer alcançar com a ajuda dos benefícios? O que se mostra necessário para a satisfação e o engajamento dos funionários? Promover a saúde mental e física, por exemplo, pode ser uma das suas intenções. Assim, oferecer plano de saúde, cartão alimentação e apoio psicológico são práticas a se pensar.

É claro que há outras ações importantes nesse sentido, como cuidar da ergonomia e evitar a sobrecarga de tarefas. Porém, esse é um caso que ilustra bem como os benefícios complementam as estratégias da empresa.

Pense na saúde financeira da empresa

Considerar a realidade financeira da empresa é essencial para tomar as decisões. Os benefícios contribuem sim para os lucros e sua redução de custos, mas isso se dá em um processo e é preciso ter condições econômicas para mantê-los desde o início, sem prejudicar a organização.

Ao mesmo tempo, não escolha um benefício apenas pelo preço baixo. Para alcançar bons resultados, é preciso conciliar a qualidade do serviço e o cenário atual das finanças.

Estude o mercado

Quais benefícios seus concorrentes oferecem? Eles são eficazes para a atração dos profissionais desejados? Esse estudo te ajuda a destacar a empresa e mantê-la atrativa. Vale lembrar, porém, que não se trata simplesmente de copiar o que outro faz: sua cultura, seus valores e o perfil dos funcionários devem ser considerados nessa escolha.

Como fazer a gestão de benefícios corporativos?

Além de entender quais os benefícios dados a um trabalhador, é importante fazer a gestão deles. Se trata de um conjunto de ações e estratégias para estruturar e oferecer outros incentivos.

Os benefícios, além dos obrigatórios, são grandes diferenciais competitivos e mecanismos de valorização dos colaboradores. Para começar a implementar esse processo na organização, o primeiro passo é estruturar uma política de benefícios alinhada às equipes e à liderança.

Isso é importante para que, desde o processo de seleção, os candidatos sejam informados sobre todas as garantias do negócio. Com isso em mente, também é necessário investir em empresas e tecnologias especializadas.

Contar com boas parcerias é essencial para que tudo corra bem no seu programa de benefícios. A empresa fornecedora deve ser confiável e estar alinhada às suas demandas, assim como oferecer o melhor suporte e as melhores condições. 

A VB é uma empresa especializada em benefícios corporativos. O objetivo é facilitar e viabilizar a sua gestão! Com nosso apoio, você conseguirá oferecer benefícios importantes, para além daqueles previstos em lei, como:

Por meio da nossa plataforma, que garante a gestão e serviços exclusivos, você consegue ter uma estratégia de grande diferencial competitivo, ganhando agilidade e perdendo menos tempo em processos de benefícios e despesas.

Agora você conhece os benefícios corporativos obrigatórios, além de toda a importância desse assunto para a empresa. Por meio da gestão adequada de benefícios, a companhia perceberá que os ganhos em produtividade, valorização e satisfação sao grandes diferenciais para os negócios.

Esperamos que tenha gostado do conteúdo. Para tirar dúvidas ou conhecer nossos serviços, não deixe de entrar em contato. Será um prazer te auxiliar!

Posts relacionados