Desenvolvimento de pessoal

Conheça os prós e contras de usar o relógio de ponto na hora do almoço

09/08/2018

O intervalo durante o horário de expediente é fundamental para que os trabalhadores possam repor as energias, tanto física quanto mentalmente. Quanto a isso, não há dúvidas. Mas muitas empresas ainda não sabem se devem ou não usar o relógio de ponto no horário de almoço.

Para esclarecer essa questão, elaboramos este post, que aborda as principais vantagens de adotar essa medida. Quer saber mais sobre esse assunto? Confira todo o post!

Por que o horário de almoço é importante?

O intervalo para o almoço é um direito garantido por lei ao trabalhador. Todos os profissionais que tenham jornadas superiores a seis horas diárias têm garantida uma hora de descanso durante o expediente. Com a reforma trabalhista, o intervalo mínimo passa a ser de 30 minutos — mas isso deve ser negociado com a empresa.

O intervalo é fundamental para que o funcionário possa se alimentar tranquilamente, sem ter que dividir sua atenção entre as tarefas e a refeição. E esse período também serve para o colaborador aliviar os níveis de estresse, tendo maiores chances de desempenhar bem suas funções no período da tarde.

Logo, o horário do almoço também é uma forma de melhorar a melhorar a produtividade dos funcionários. De forma indireta, ele também ajuda a aumentar os níveis de satisfação profissional, uma vez que o empregado sabe que a empresa preza por sua qualidade de vida.

Por que controlar o ponto no horário de almoço?

Nenhuma organização é obrigada a registrar o intervalo do almoço de seus colaboradores. A lei permite que haja um controle manual desses horários, que já podem até vir pré-marcados no ponto do funcionário. No entanto, o uso do relógio continua sendo recomendado por ser considerado como uma prática muito saudável do ponto de vista da gestão de pessoas.

Muitos colaboradores ficam tentados a usar seu horário de almoço para colocar em dia alguma tarefa atrasada, mas essa prática pode ser muito prejudicial para ambos os lados. O funcionário pode ter sua saúde afetada pelo mau hábito de não se alimentar direito e por estar trabalhando no horário de descanso.

Já a empresa pode sofrer perdas nos resultados por ter a saúde do trabalhador prejudicada tanto física quanto mentalmente. Além disso, ela pode vir a enfrentar alguma complicação com a Justiça do Trabalho devido ao não cumprimento do descanso garantido por lei — mesmo que a iniciativa de não fazer a pausa tenha sido do próprio funcionário.

Com a adoção do relógio de ponto também durante o almoço, é possível ter um controle interno mais eficaz, garantindo que todos estejam cumprindo o tempo de descanso a que têm direito.

Se a sua organização tem turnos de seis horas, seus colaboradores não têm direito à hora do almoço, mas têm garantido um intervalo de 15 minutos para um lanche e para descansar um pouco durante o expediente. Nesse caso, vale o mesmo raciocínio apresentado anteriormente: adotando a marcação do ponto, a empresa garante que o trabalhador esteja usufruindo de seu direito e ainda evita eventuais problemas relacionados ao não cumprimento da lei.

Como monitorar o horário de almoço?

Para empresas de todos os portes, existem soluções capazes de fornecer um registro confiável para documentar que ambas as partes — organização e funcionários — estão cumprindo com seus deveres e usufruindo de seus direitos.

Softwares de marcação de ponto

Hoje em dia, já existem sistemas de ponto informatizados que geram registros fiéis às marcações dos horários e com poucas possibilidades de erros. Alguns contam com armazenamento de dados na nuvem, o que os torna ainda mais seguros — inclusive em caso de acidentes na rede da empresa.

Registro manual

Para empresas menores ou de gestão mais tradicional, há ainda a possibilidade do registro manual do ponto dos funcionários. Nesse caso, é importante ficar atento à precisão das marcações; o chamado “ponto britânico”, ou seja, registros que reúnem os mesmos horários de entrada e saída todos os dias, é uma prática que conflita com o que dispõe a lei trabalhista.

Fazer o uso de relógio de ponto no horário de almoço é uma medida que garante a segurança e a tranquilidade tanto da empresa quanto de seus funcionários. Pense nisso!

Agora, que tal conhecer as vantagens de oferecer vale-refeição aos seus colaboradores? Leia nosso post sobre o assunto!

Você também pode gostar

Share This
Navegação