Desenvolvimento de pessoal

Como unir cultura de inovação, diversidade e colaboração nas organizações?

18/10/2018

Assim como a renovação de máquinas e materiais deve ser constante em uma corporação, para garantir a qualidade de seus produtos e serviços, o aprimoramento dos valores, normas internas, princípios e missão da companhia precisa ser realizado com frequência.

Essas características são formadoras da cultura organizacional. Para que uma empresa tenha esses conceitos bem alinhados, é necessário que ela invista tanto em inovação quanto em práticas que respeitem a diversidade e possibilitem a motivação e a colaboração entre os funcionários.

A cultura de inovação pode ser definida como uma manutenção constante das regras e objetivos da empresa. Do mesmo modo que perceber que uma máquina deve ser trocada, é preciso identificar quando uma norma já ficou obsoleta e não combina mais com o perfil dos colaboradores atuantes na corporação.

Por isso, separamos dicas valiosas para elaborar uma política de inovação, respeito à diversidade e colaboração mútua nas organizações. Confira!

Aprimore os canais de comunicação

Melhorar a comunicação empresarial é o primeiro ponto para garantir a cultura de inovação, diversidade e colaboração. Isso se explica pelo fato de que, quando os profissionais, setores e hierarquias da empresa não estão falando a mesma língua, as tarefas ficam confusas e estagnadas.

Logo, promover reuniões periódicas, fazer uso da intranet para divulgar as novidades, realizar rodízios entre setores, promover palestras e demais atividades que podem gerar interação é fundamental para que os integrantes da companhia se conheçam e compreendam a relevância da tarefa de cada um, gerando empatia e companheirismo.

Espalhe a inovação

Para criar uma cultura de inovação, é preciso que esse aspecto esteja em todos os lados da empresa. Faz-se necessário divulgar e estimular novas ideias e decisões, promover o lado empreendedor de cada colaborador e dar espaço para que, cada qual, com sua subjetividade, possa ser ouvido e incentivado a dar sugestões.

Estimule a coletividade

Sabemos que muitos funcionários passam boa parte do tempo no ambiente de trabalho. Por isso, é primordial que os gestores busquem estratégias para minimizar as formalidades e promover a coletividade, tornando o ambiente corporativo agradável e divertido.

Quando os profissionais trabalham em conjunto, com diferentes tipos de pessoas e pensamentos, começam a ampliar a criatividade e o modo de encarar as situações da empresa. Dessa forma, fica muito mais simples unir a cultura de inovação com a diversidade e a colaboração entre os indivíduos.

Saiba ouvir e seja tolerante

Quando apenas quem tem um alto cargo é responsável pela tomada de decisões, a inovação fica mais desafiadora. Por isso, é muito importante que os líderes saibam ouvir a equipe.

Afinal, são os colaboradores que estarão na linha de frente das questões do dia a dia. Isso significa que eles são as pessoas mais indicadas a dar luz às ideias que podem aprimorar todos os processos. O trabalho em conjunto entre líder e liderado é indispensável para a inovação e integração de todos.

Outro ponto ao qual os gestores devem se atentar é em ser tolerantes com suas equipes. Saber dar feedback sem ofender ou diminuir alguém quando um erro acontece é uma das principais características de um bom líder.

Como vimos, unir uma cultura de inovação com o respeito à diversidade, promovendo colaboração entre os funcionários, é primordial para que uma empresa se torne cada vez mais justa e competitiva.

Quando o gestor se dedica a cuidar de seu público interno, sabendo ouvir e engajar, acaba por aumentar a produtividade, a motivação da equipe e, consequentemente, multiplicar os resultados.

Gostou do nosso artigo? Que tal receber novos conteúdos como este frequentemente? Assine nossa newsletter e fique por dentro de todas as novidades!

Você também pode gostar

Share This
Navegação